Europa, Reino Unido

12 melhores lugares para visitar no Reino Unido

Composto pela Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, o Reino Unido é um dos destinos turísticos mais populares da Europa. O apelo do país tem muito a ver com suas diversas paisagens e rico patrimônio cultural. Os melhores lugares para visitar incluem tudo, desde propriedades rurais e castelos maravilhosamente preservados, até suas muitas galerias de arte e museus de classe mundial.

Um dos maiores prazeres de férias no Reino Unido, no entanto, é o quão fácil é explorar esse país fascinante e diversificado. Graças ao seu tamanho – o Reino Unido pode se encaixar facilmente no estado do Texas (com espaço de sobra) – você pode se basear em cidades como Londres ou Liverpool e simplesmente pegar um trem ou ônibus para explorar outras áreas.

Da capital do país, basta uma viagem de trem de 90 minutos para acessar a bela Salisbury, e uma curta viagem de ônibus ou passeio a partir daqui o levará a uma das atrações mais conhecidas do país, Stonehenge. E se você quiser pular entre as cidades escocesas de Edimburgo e Glasgow, uma viagem de trem de uma hora o depositará no coração de qualquer cidade.

Planeje suas aventuras turísticas com a nossa lista dos melhores lugares para visitar no Reino Unido.

1 – Londres: o destino tudo-em-um do Reino Unido

Embora seja possível planejar uma viagem ao Reino Unido sem visitar Londres, certamente não é aconselhável, já que a capital do país possui muitas atrações para mantê-lo ocupado. Para os interessados ​​em aprender mais sobre a rica história do Reino Unido, uma das principais coisas a fazer em Londres é visitar a Torre de Londres. Localizado ao lado da espetacular Tower Bridge, nas margens do rio Tamisa, este antigo palácio e prisão inclui destaques como a icônica White Tower, com 1.000 anos de idade, com suas fascinantes exibições de armaduras e armas, e a Jewel House, lar do Jóias da coroa.

Os fãs da família real britânica vão querer ir ao Palácio de Buckingham, a casa real de Londres desde o reinado da rainha Victoria. Aqui, você pode apreciar a pompa colorida da Troca da Guarda ou até mesmo fazer um passeio pelas Salas Estaduais do Palácio (não se esqueça de reservar com antecedência, pois elas ficam abertas apenas algumas semanas por ano).

A área de Whitehall Road da cidade é outra obrigação, onde você encontrará o Big Ben e os Prédios do Parlamento, bem como a Abadia de Westminster, palco de muitos casamentos reais. Outra área a visitar em Londres é South Kensington, lar dos melhores museus da cidade, incluindo o Victoria and Albert Museum e o Natural History Museum, e a famosa loja de departamentos Harrods. Confira também a Trafalgar Square, lar da icônica Coluna de Nelson e da National Portrait Gallery.

2 – Edimburgo: Capital da Escócia

Uma das cidades mais atraentes da Escócia, a capital Edimburgo também é um dos destinos mais visitados do Reino Unido. Popular por seus muitos edifícios históricos bem preservados, Edimburgo é talvez mais conhecida como a casa do majestoso Castelo de Edimburgo. Situada no alto da cidade velha, em um promontório rochoso, esta fortaleza real do século XIII inclui destaques como o famoso One O’Clock Salute, realizado diariamente no Half Moon Battery, as jóias da coroa escocesa no palácio real, o Memorial de Guerra Nacional Escocês, e a famosa Stone of Destiny (a Pedra do Scone), só voltou à Escócia após ser mantida por 700 anos em Londres.

Do castelo, é fácil explorar os outros locais históricos mais importantes da cidade, principalmente a Royal Mile da Cidade Velha, com sua arquitetura, butiques, cafés, restaurantes e galerias de arte, além do esplêndido Palácio de Holyroodhouse. Outros destaques de Edimburgo incluem a ampla Princes Street, popular por suas lojas e restaurantes, além do Jardim Botânico Real e da Galeria Nacional da Escócia.

3 – Bath

Embora seja uma das cidades menores do Reino Unido, Bath compensa seu tamanho pequeno com uma infinidade de coisas para ver e fazer. Nomeada após seus famosos banhos romanos, esta bela cidade atrai visitantes às suas águas curativas há mais de 2.000 anos. Jorrando de três fontes termais, a água é conhecida por consistir em 43 minerais diferentes, portanto, suas propriedades curativas sobem cerca de 3.048 metros a uma taxa de 275.000 galões por dia, antes de derramar a 46,5 graus Celsius.

Embora não seja possível tomar banho nos banhos romanos originais, vários spas próximos – principalmente o excelente Thermae Bath Spa – oferecem aos hóspedes a oportunidade de desfrutar das famosas águas da cidade.

Além de sua história antiga, Bath também é famosa por sua adorável arquitetura georgiana, cujos melhores exemplos podem ser vistos ao longo do magnífico e curvado Royal Crescent, com suas palacetes residências urbanas. Um deles, o número 1 do Royal Crescent, agora é um museu que oferece uma visão fascinante da vida durante os tempos da Geórgia.

4 – Stonehenge antigo e Salisbury medieval

Um dos locais mais antigos do patrimônio mundial do planeta, Stonehenge é um local de peregrinação há mais de 4.500 anos. Acredita-se que ele tenha sido erguido como um local de culto, mas hoje em dia a multidão é composta por turistas atraídos pela enorme escala desse magnífico monumento à engenhosidade da humanidade.

É um local amplo, cobrindo uma área de mais de 20 quilômetros quadrados e com um centro de visitantes de última geração, que oferece uma visão fascinante não apenas da construção de Stonehenge, mas também de sua história desde então. Planeje com antecedência e compre um ingresso programado para o dia da sua visita.

Não deixe de também explorar a cidade medieval próxima de Salisbury, localizada a apenas 16 quilômetros ao sul de Stonehenge. Aqui, você será recompensado com a chance de visitar uma das catedrais mais famosas do país, que remonta a 1220 e abriga a Magna Carta original . Depois, não deixe de passear pelo antigo centro da cidade, com suas muitas igrejas e arquitetura medieval histórica.

5 – Maravilhosa Windsor

A cidade histórica de Windsor, convenientemente localizada a uma curta viagem de trem a oeste de Londres, oferece muitas coisas divertidas para os turistas. Além de seu encantador cenário ao lado do Tamisa e dos muitos edifícios medievais em enxaimel ao longo de suas pitorescas vielas de paralelepípedos, também é o lar do espetacular Castelo de Windsor, o mais famoso dos castelos reais do Reino Unido.

Este grandioso castelo antigo serviu como residência de verão da realeza britânica por mais de um milênio (foi iniciado por William, o Conquistador em 1078) e é o maior castelo habitado do mundo. Os destaques incluem os esplêndidos State Apartments, que contêm a Galeria da Rainha e o refeitório, cada um com tetos e esculturas em madeira pintadas magnificamente, e a Capela de São Jorge, famosa como a casa dos Cavaleiros e Damas da antiga Ordem da Liga.

Quando você se encher desses edifícios históricos, não deixe de explorar também os grandes e belos jardins do castelo, que têm quase 10 quilômetros de extensão. Aqui você desfrutará de vistas panorâmicas verdadeiramente memoráveis ​​sobre Windsor e seu castelo.

Outras atrações da área que valem a pena visitar incluem o Legoland Windsor, um divertido resort familiar em 150 acres de parque e a uma curta viagem de ônibus do centro da cidade, e Royal Ascot, o mais famoso local de corridas de cavalos do Reino Unido (tente cronometrar sua viagem para coincidir com o Royal Meeting realizado todo mês de junho).

6 – Inglaterra idílica: Cotswolds e Lake District

Cobrindo quase 1.287 quilômetros quadrados de paisagem intocada, a bela Cotswolds é sem dúvida um dos cantos mais fotografados do Reino Unido. Localizado a uma curta viagem de um dia a oeste de Londres e perto das populares atrações turísticas de Bath e Bristol, o Cotswolds inclui algumas das melhores partes dos condados de Oxfordshire, Gloucestershire, Somerset, Wiltshire, Warwickshire e Worcestershire.

Os viajantes se reúnem aqui para experimentar um verdadeiro sabor da vida rural inglesa e para explorar seus muitos pitorescos verdes da vila e pastagens idílicas. Uma das maneiras mais populares de fazer isso é através da extensa rede de trilhas da região, incluindo o excelente Cotswold Way, com 16 quilômetros de extensão. Outras coisas divertidas para fazer incluem passeios a cavalo e de bicicleta, ou simplesmente mergulhar na história de cidades populares do mercado, como Castle Combe ou Tetbury.

Ao norte de Cotswolds e cobrindo uma área de 1.448 quilômetros quadrados, há outra fatia da bela paisagem inglesa: o Lake District National Park. Abrangendo 12 dos maiores lagos do país (Windermere e Ullswater são os maiores), esta região é outra região do Reino Unido que é ótima para explorar a pé, graças aos seus mais de 3.218 quilômetros de trilhas. Os destaques incluem visitar Scafell Pike, a 978 metros da montanha mais alta da Inglaterra, além de explorar suas muitas cidades pitorescas, incluindo Grasmere.

7 – York medieval e sua igreja

Um dos destinos turísticos mais populares do norte da Inglaterra, a cidade medieval de York, antiga capital eclesiástica da Igreja da Inglaterra, possui uma das catedrais mais magníficas do país. A maior igreja medieval do país, a Catedral de York, pode rastrear suas raízes até a expansão do cristianismo no século III, embora a esplêndida estrutura gótica atual tenha sido construída quase mil anos depois.

Os destaques de um passeio incluem a oportunidade de ver seus vitrais do século XIV, além dos interiores ricamente decorados do coro e do transepto norte. Também vale a pena visitar a cripta, que contém partes da igreja original do século XI em que a catedral está agora.

Outros pontos de referência que vale a pena explorar são as antigas muralhas da cidade, que se estendem por quase cinco quilômetros em torno do antigo centro medieval da cidade e oferecem excelentes vistas sobre The Shambles, uma estrada estreita do século 14, famosa por seus belos edifícios antigos emoldurados em madeira, muitos dos quais pendurados sobre a rua abaixo. É também uma área conhecida por seus muitos restaurantes e salões de chá, além de suas muitas boutiques e galerias.

York também possui vários museus importantes, sendo o mais popular o National Railway Museum. Os destaques da vasta coleção deste museu incluem muitos bons e antigos motores a vapor que datam de 1820, além de uma coleção única de trens reais.

8 – As cidades universitárias de Cambridge e Oxford

O Reino Unido tem sido um centro de aprendizado, com duas de suas cidades universitárias mais famosas também classificando-se como destinos turísticos. Uma viagem fácil ao norte de Londres – e a apenas 128 quilômetros de distância – Cambridge e Oxford são há séculos rivais pelo título de principal estabelecimento acadêmico do país, uma rivalidade celebrada durante o famoso evento de remo The Boat Race, que acontece a cada primavera no o rio Tamisa.

Apesar dessa rivalidade geralmente de bom humor, cada local oferece muitas atrações para torná-las um acréscimo valioso ao seu itinerário de viagem no Reino Unido. Destaques de uma visita a Cambridge incluem a chance de passear maior coleção de edifícios históricos preservados do Reino Unido, muitos deles localizados a uma curta caminhada da Universidade de Cambridge ‘ s 31 faculdades, a mais antiga de que foi fundada em 1284.

Além de visitar os deslumbrantes terrenos da faculdade (apenas alguns edifícios da universidade oferecem passeios), os visitantes de Cambridge também devem dar uma volta ao longo do rio Cam, além de explorar o centro antigo da cidade.

As 38 faculdades da Universidade de Oxford são igualmente atraentes, cada uma em torno de um quadrilátero e vários pátios internos, além de capelas, salas de jantar, bibliotecas e acomodações para estudantes (algumas oferecem pacotes exclusivos de acomodações para turistas). Os destaques de Oxford incluem a Carfax Tower, com suas belas vistas sobre o centro da cidade e os muitos prédios antigos da High Street da cidade.

9 – Liverpool e Manchester

Graças ao seu aeroporto internacional, Manchester é frequentemente a primeira parada para muitos visitantes que planejam explorar o norte da Inglaterra, Escócia ou País de Gales. Os destaques incluem Castlefield, popular por suas casas vitorianas bem preservadas, canais e ruínas romanas, bem como os muitos armazéns antigos que agora servem como lojas, hotéis e restaurantes da moda. Outras atrações incluem a Catedral de Manchester e a histórica Prefeitura, bem como uma rica cena cultural que inclui museus (Museu de Ciência e Indústria), galerias (Galeria de Arte de Manchester) e entretenimento (Chinatown).

Liverpool, a apenas uma hora de trem, oferece muita emoção cultural, principalmente por causa de sua associação com os Beatles. Os fãs de música são atraídos aqui para atrações relacionadas ao “Fab Four”, como The Beatles Story, na renovada área de Albert Docks; o famoso Cavern Club, onde a banda estreou em 1961; bem como as antigas casas de John Lennon e Paul McCartney (numerosos passeios a pé e de ônibus nos locais dos Beatles também estão disponíveis).

Outras grandes razões para visitar Liverpool incluem seus muitos edifícios históricos; jardins e parques encantadores; além de ótimos museus, como o Merseyside Maritime Museum, o Museum of Liverpool e galerias de arte de classe mundial, como a Walker Art Gallery e a Tate Gallery.

10 – Canterbury

A atração mais famosa da cidade é a Catedral de Canterbury, casa do arcebispo de Canterbury. Agora, Patrimônio Mundial da UNESCO, esta impressionante catedral oferece muito para ver, desde a alvenaria intrincadamente esculpida de seu exterior até seu interior magnífico, cujo destaque é o belo coral com suas estátuas de seis reis ingleses. Também dignas de nota são as maravilhosas Janelas Milagrosas, datadas do século XII e retratando cenas da vida do arcebispo Thomas Becket, assassinado.

Depois, não deixe de passear pela área de pedestres de Old City Canterbury, com seus muitos edifícios preservados, históricos e com estrutura de madeira, principalmente ao longo da Mercery Lane. Outras atrações imperdíveis incluem os Contos de Canterbury, um olhar fascinante sobre a vida e os tempos do famoso poeta inglês Geoffrey Chaucer (também conhecido como “Pai da Literatura Inglesa”) e o excelente Museu Romano de Canterbury , construído em torno dos restos de uma casa romana original e seu mosaico único.

11 – Cardiff: A capital do país de Gales

Apesar de ser muito menor que a Escócia e a Inglaterra, o País de Gales abriga algumas das principais atrações e coisas divertidas do Reino Unido, desde explorar a paisagem de tirar o fôlego e desfrutar de aventuras ao ar livre em seus parques nacionais até visitar seus castelos históricos.

Um dos melhores lugares para provar um pouco de tudo o que o País de Gales tem a oferecer é a capital do país, Cardiff, com a maioria dos viajantes iniciando sua visita ao Cardiff Castle . Localizada no meio da cidade e construída sobre as ruínas de um antigo forte romano, partes da estrutura atual datam de 1090, com grande parte restaurada no século XIX. Os destaques incluem os Apartamentos Estatais, a Torre do Relógio, a Capela e um espetacular Salão de Banquetes com seus murais finos.

Depois, não deixe de passear pelas muitas antigas galerias vitorianas da cidade, as melhores das quais podem ser encontradas em torno do The Hayes. Também vale a pena conferir é Cardiff Bay. Um dos maiores projetos de remodelação do Reino Unido, esta vasta área agora abriga vários restaurantes, teatros, galerias e oportunidades de compras, muitos deles alojados em antigos armazéns no encantador Mermaid Quay.

A Baía de Cardiff também é onde você encontrará o World of Boats, com sua coleção exclusiva de embarcações de todo o mundo, e o Techniquest , um divertido centro de ciências com um planetário e teatro.

12 – Loch Ness e Inverness

Apesar do fato de que as lendas de monstros míticos foram amplamente desmascaradas (não conte aos habitantes locais), o espetacular Loch Ness continua sendo uma atração turística extremamente popular para viajantes que estão indo para a Escócia. Embora seja improvável que você encontre monstros, você será recompensado com algumas das paisagens mais bonitas do Reino Unido.

Os destaques incluem as ruínas do Castelo Urquhart, com vista para o lago, uma das maiores fortificações da Escócia (a estrutura atual data do século XIV). Para aqueles que querem aprender mais sobre as muitas lendas da região, o Loch Ness Center and Exhibition relata sua história, juntamente com a de seu monstro, incluindo detalhes de pesquisas em andamento para a criatura ilusória.

Um pouco mais ao norte está Inverness, que possui inúmeras atrações excelentes, incluindo o Castelo de Inverness, o Museu e a Galeria de Arte de Inverness e a Catedral de St. Andrew, no final do século XIX.

Os aficionados por história também devem visitar o Campo de Batalha e Centro de Visitantes de Culloden . Foi em Culloden, em 1746, que os ingleses e escoceses travaram sua última batalha e onde foi determinado o destino da Escócia como domínio britânico. Também interessam as lápides de guerreiros dos clãs escoceses, bem como o Memorial Cairn de seis metros de altura, erguido em 1881 para comemorar a batalha.

Ficou com vontade de conhecer o Reino Unido? Entre em contato com a EGP Viagens e com a ajuda de nossos consultores iremos montar um roteiro personalizado para sua viagem dos sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *