Europa, Rússia

25 melhores coisas para fazer na Rússia

Conhecida por ser o maior país da Terra, a Rússia tem uma história única e misteriosa. O país perdeu sua identidade como parte da União Soviética nos últimos 30 anos e emergiu como uma superpotência econômica e política por causa de sua economia crescente, participação na formulação de políticas em todo o mundo e forte presença militar. No que diz respeito ao turismo, a Rússia tem uma riqueza de museus, parques, monumentos e atrações culturais, e também há muitas atrações naturais que atraem os visitantes para longe de suas cidades movimentadas. 

1 – Palácio de Inverno

Como um dos locais mais emblemáticos de São Petersburgo, o Palácio de Inverno domina a Praça do Palácio e se destaca como um símbolo da herança cultural, histórica e artística da cidade. O palácio começou em 1708 como uma casa de madeira em estilo holandês que foi construída para Pedro, o Grande e sua família. Nos anos seguintes, o Palácio de Inverno foi transformado no edifício colorido e ornamentado que é hoje. O interior do palácio contém grandes escadarias, acabamentos folheados a ouro e intrincados trabalhos em mármore. Os visitantes podem visitar algumas partes do Palácio de Inverno, incluindo as incrivelmente bonitas Salas de Estado.

2 – Kremlin

Como sede do governo em Moscou, o Kremlin possui vários museus e exposições onde os visitantes podem aprender sobre a fascinante história da Rússia. Na Câmara do Arsenal, os visitantes podem ver mais de 4.000 exposições únicas com artefatos da Rússia e do exterior. A Catedral da Assunção se destaca por ser a igreja principal do estado russo. A Catedral do Arcanjo, em homenagem a Miguel Arcanjo, guarda os restos dos grandes príncipes de Moscou, enquanto a Catedral da Anunciação é considerada um excelente exemplo da arquitetura russa. Vários outros edifícios e monumentos também fazem parte do museu do Kremlin.

3 – Museu da Academia de Belas Artes

A Academia Russa de Belas Artes produziu muitos dos pintores, escultores e criadores mais talentosos do país. Localizado em São Petersburgo, este museu ornamentado apresenta todos os tipos de pinturas de estudantes e funcionários da academia. O museu também tem exposições temporárias de artistas locais conhecidos, e há uma exibição anual de peças da academia que são realizadas em Moscou. O museu é o local perfeito para um passeio à tarde. Há uma taxa fixa para admissão, e os visitantes podem pagar um pouco mais para tirar fotos ou gravar vídeos dentro do edifício.

4 – Alexander Garden

Localizado no meio de São Petersburgo, próximo à Praça do Palácio, o Alexander Garden já foi um ponto de encontro popular da aristocracia de São Petersburgo. Projetado no século XIX, o jardim foi criado para homenagear o 200º aniversário de nascimento de Pedro, o Grande. Foi inaugurado oficialmente em 1874, sob o olhar atento de Alexandre II, que solicitou que mais de 50 espécies de plantas fossem colocadas no local, e o jardim recebeu uma grande reforma nos anos 1920. Este lugar tranquilo está aberto a visitantes durante todo o ano.

5 – A Sala Âmbar

Celebrado como uma maravilha do mundo no século XVIII, o Amber Room já foi a joia da Casa de Inverno do czar em São Petersburgo. Este espaço de tirar o fôlego contém mais de seis toneladas de âmbar dispostas em torno de espelhos altos e paredes folheadas a ouro. Projetado no início dos anos 1700, o Amber Room foi montado em Berlim e enviado à Rússia como presente para Pedro, o Grande. Durante a Segunda Guerra Mundial, a sala foi saqueada pelos nazistas, que levaram a maior parte do âmbar de volta à Alemanha. A nova Sala Âmbar, concluída em 2003, tenta recuperar a glória deste lugar especial.

6 – Bunker 42

Um labirinto de túneis secretos sob Moscou leva ao Bunker 42, uma fortaleza da Guerra Fria que foi construída logo após os primeiros testes de bombas nucleares terem sido realizados pela União Soviética. Os construtores desta fortaleza tinham uma tarefa assustadora: Precisavam construir a câmara sem interromper as atividades diárias em Moscou, e todo o projeto tinha que permanecer absolutamente confidencial. A construção do bunker terminou em 1956, mas nunca foi usada para seu propósito original e hoje serve como museu e monumento histórico. Os visitantes podem ver o bunker e os túneis ao redor participando de uma visita guiada.

7 – A cidade dos mortos

Conhecida como a Vila de Dargavs, este lugar misterioso é o lar de um cemitério que possui quase 100 criptas de pedra. O cemitério oferece uma visão interessante da vida há 400 anos, uma vez que muitas pessoas aqui foram enterradas com seus pertences terrestres. A lenda local diz que uma praga varreu a Ossétia no século XVIII e devastou a população tão completamente que os aldeões sentavam no cemitério e simplesmente esperavam morrer. O cemitério recebe visitantes de todo o mundo, mas devido à sua obscuridade, não é um destino fácil de alcançar.

8 – Museu Faberge

Este museu luxuoso foi criado em 2013 no Palácio Shuvalov. Conhecidos por conter a maior coleção do mundo de ovos Faberge, os nove ovos exibidos pela primeira vez no museu foram comprados do empresário americano Malcolm Forbes por US $ 100 milhões. Desde então, a coleção cresceu para mais de 4.000 peças, exibidas em 12 salas diferentes. Além dos ovos Faberge, o museu opulento contém pinturas, relógios artesanais, joias raras, artefatos da realeza da Rússia e outras peças impressionantes. O museu está aberto diariamente, com exceção das sextas-feiras.

9 – Parque Gorky

Como o parque central de Moscou, o Gorky Park recebe cerca de 40.000 visitantes durante a semana e até 250.000 visitantes nos finais de semana. Este local animado é usado para recreação, jogos, reuniões públicas, concertos, demonstrações e todos os tipos de outros eventos especiais. O Gorky Park oferece algumas comodidades úteis, incluindo uma sala de cuidados infantis, várias áreas de lazer, muito estacionamento, um centro de primeiros socorros e acesso Wi-Fi gratuito. Há uma pista de patinação no gelo, um centro educacional, um cinema e vários restaurantes no local. O Gorky Park está aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana e a entrada é gratuita ao público.

10 – Museu Hermitage do Estado

Celebrado como a atração mais popular em São Petersburgo, este impressionante museu possui mais de 3 milhões de artefatos. Os visitantes tendem a voltar várias vezes, já que uma visita não é suficiente para ver nem uma fração da enorme coleção do museu. Arte de todas as épocas e estilos está em exibição. A maior parte do museu fica no Palácio de Inverno, que costumava ser a residência oficial dos czares Romanov. Uma visita guiada tende a ser a maneira mais eficiente e interessante de explorar o State Hermitage Museum. Os ingressos podem ser adquiridos on-line ou pessoalmente. Lugares para visitar na Rússia

11 – Ilha Kizhi

A ilha Kizhi, no lago Onega, é um dos únicos lugares para ver a arquitetura de madeira russa, com incríveis igrejas de madeira com várias cúpulas espalhadas por toda a ilha. Alguns desses edifícios, como a Igreja da Transfiguração, ainda são usados ​​hoje em cerimônias religiosas e reuniões sagradas. Nos meses de verão, a Ilha Kizhi é linda e acolhedora, mas se torna gelada e encantadora durante os meses de inverno. Kizhi ingressou na lista da UNESCO de Patrimônio Mundial na década de 1990.

12 – Kunstkamera

Este museu dedicado a Pedro, o Grande, comemorou seus 300 anos em 2014. Fundada em meados dos anos 1700, a Kunstkamera desempenhou um papel importante na captura e preservação de informações sobre as realizações da Rússia em casa e no exterior. Algumas de suas primeiras coleções incluem peças das expedições de Pedro, o Grande, pela Europa, pesquisas realizadas pela Rússia no Pacífico e itens das famosas viagens do capitão James Cook. O museu participa continuamente de esforços de pesquisa e divulgação e está aberto de terça a domingo a cada semana.

13 – Mausoléu de Lenin

O mausoléu de Lenin é significativo, pois contém os restos embalsamados de Vladimir Lenin, o famoso líder da Revolução Bolchevique. Seu corpo repousa dentro de uma tumba vermelha e cinza em forma de pirâmide. Embora Lênin tenha solicitado um enterro tradicional, aqueles que sobreviveram a ele tinham planos diferentes. Seu corpo foi exposto durante o funeral, e os participantes ficaram tão indignados com a ideia de enterrá-lo que o governo permitiu que seu corpo fosse embalsamado e transferido para um mausoléu. Hoje, os visitantes podem gastar até 5 minutos vendo os restos deste famoso líder.

14 – Lubyanka

Outrora local de muitas reuniões secretas e horrores indizíveis, Lubyanka é a antiga sede da KGB, a polícia secreta da URSS. O edifício que abriga Lubyanka foi erguido no final de 1800 para uma companhia de seguros, mas foi rapidamente convertido na sede da polícia secreta após a Revolução de Outubro. Uma descrição detalhada da prisão de Lubianka pode ser encontrada no arquipélago de Gulag, de Aleksandr Solzhenitsyn. Hoje, os visitantes só podem ver Lubyanka se solicitarem acesso com antecedência.

15 – Fortaleza de Pedro e Paulo

Embora não tenha a grandiosidade de outras estruturas de São Petersburgo, Peter e Paul Fortress são uma peça-chave da história da cidade. A estrutura foi construída para defender São Petersburgo no caso de um ataque, mas nunca foi usada para esse fim. Em vez disso, serviu como base militar, sede central do governo russo, local de sepultamento de alguns membros da família imperial da Rússia e até uma prisão para os presos políticos do país. A Catedral de Pedro e Paulo, alojada dentro das muralhas da fortaleza, é um dos principais destinos dos turistas. Nos meses de verão, uma praia perto da fortaleza atrai visitantes de toda a cidade.

16 – Palácio de Peterhof

O Peterhof Palace é um grande edifício cercado por belos jardins e fontes impressionantes. Todo o complexo contém o palácio, a fonte de água Grand Cascade, o Oranienbaum Park e o Alexandria Park. O museu dentro do palácio contém mais de 320.000 itens da Rússia e do exterior. Existem várias exibições no museu de diferentes períodos e artistas de destaque. A maior parte do complexo do Palácio Peterhof é aberta ao público gratuitamente.

17 – Praça Vermelha

A Praça Vermelha evoluiu de uma favela para um elemento central dos dias modernos de Moscou. Nos anos 1400, a praça atraiu traficantes, criminosos e bêbados que não podiam morar oficialmente na cidade. No século XVII, a Praça Vermelha passou por uma transformação e ficou conhecida como Praça da Trindade por causa da Catedral da Trindade, que foi construída nas proximidades. Na década de 1940, a Praça Vermelha foi usada principalmente para desfiles e treinamento militar. Hoje, a área atrai multidões para celebrações especiais como o dia de ano novo e feriados nacionais.

18 – Rosa Khutor Alpine Resort

Este resort alpino durante todo o ano está localizado em uma parte bonita e isolada da Rússia. Mais conhecida por seu uso nas Olimpíadas de Sochi 2014, Rosa Khutor oferece todas as comodidades de uma área de esqui de classe mundial, incluindo um sistema de elevador, aluguel de esqui e snowboard, passes de temporada e instruções de esqui. Os visitantes também encontrarão muitas trilhas preparadas e áreas adequadas para o esqui no interior. O Rosa Khutor Alpine Resort também abriga vários hotéis de três a cinco estrelas, que costumam ser usados ​​para eventos corporativos e reuniões especiais. Há também lojas, restaurantes, spas e outras comodidades no local.

19 – Museu Estatal Russo

Localizado em São Petersburgo, o Museu Estatal Russo começou sob o domínio do czar Alexandre III, que foi um dos primeiros governantes a criar uma grande coleção de arte de mestres russos. O filho do czar, Nicolau II, abriu o Museu Estatal Russo em homenagem a seu pai, e hoje existem mais de 400.000 peças em exibição de artistas falecidos e contemporâneos. Desde o final da União Soviética, o museu é comemorado como um dos três edifícios mais importantes de São Petersburgo.

20 – Catedral de São Basílio

Como um dos edifícios mais emblemáticos de São Petersburgo, a Catedral de São Basílio, com várias cúpulas, foi encomendada por Ivan, o Terrível, em meados dos anos 1500. Embora os especialistas em arquitetura tenham estudado o edifício em profundidade, ainda não descobriram a inspiração por trás de seu design exclusivo. Alguns aspectos da catedral parecem inspirados pelas igrejas de Jerusalém. Stalin foi quase destruído para dar lugar a desfiles militares, mas foi poupado por causa de um arquiteto ousado que se recusou a tolerar sua demolição e, portanto, passou 5 anos na prisão por suas opiniões. Hoje a catedral é usada como museu.

21 – Jardim de Verão

O Jardim de Verão fica perto do ponto em que o rio Fontanka encontra o rio Neva. Fundado em 1704 por Pedro, o Grande, este belo jardim contém cerca de 80 esculturas artesanais adquiridas de toda a Europa, juntamente com fontes altas e ornamentadas. Existem também vários tipos de plantas e árvores espalhadas por todo o parque. Os visitantes gostam de passear pelos jardins e comer algo nas casas de café e chá localizadas no Jardim de Verão. Este pacífico jardim está localizado próximo ao Campo de Marte e à Catedral de São Miguel e fica aberto o ano todo.

22 – O gigante Lenin chefe de Ulan Ude

Situado longe no leste da Sibéria, o Chefe Lenin Gigante de Ulan Ude tem a distinção de ser a maior representação da cabeça desse líder no mundo. O austero monumento foi construído em 1970 para comemorar o aniversário do nascimento de Lenin. Elevando-se mais de 25 pés sobre a praça principal da cidade, a cabeça de Lenin pesa 42 toneladas. Os habitantes locais notaram que a estátua tende a ser um local popular para os noivos tirarem fotos. No inverno, o monumento costuma usar uma camada de neve fresca.

23 – Motherland Calls

Inaugurado em 1937, o Motherland Calls também é conhecido como Museu da Defesa. O museu foi dividido em três seções: A defesa de Tsaritsyn, a defesa de Stalingrado e a restauração de Stalingrado. O museu contém várias coleções e exposições virtuais de eventos importantes na história de Stalingrado e diferentes aspectos da história da cidade. Todas as exposições estão focadas em como a guerra e a revolta política afetaram Stalingrado e a Rússia como um país ao longo dos anos. O museu Motherland Calls está aberto o ano todo.

24 – Museu Etnográfico Ulan Ude

Localizada na mesma cidade que a estátua de Ulan Ude Lenin, essa atração é conhecida por ser um dos maiores museus da Rússia. O museu ao ar livre abriga uma variedade de eventos culturais ao longo do ano e atrai visitantes da Rússia e do exterior. As atrações do museu etnográfico incluem autênticos yurts mongóis, tendas de renas e celeiros e igrejas de madeira. Os visitantes podem entrar em alguns edifícios, enquanto outros só podem ser vistos de fora. O Museu Etnográfico Ulan Ude está aberto durante todo o ano, embora o horário varie do inverno ao verão.

25 – VDNH

O VDNH Park contém todos os tipos de atrações interessantes, incluindo o tobogã mais alto de Moscou, uma das maiores pistas de patinação no gelo da Rússia e um parque de aventura chamado Sky Town. No museu do local, os visitantes podem ver exibições interessantes e extravagantes sobre diferentes tópicos, incluindo cinematografia, apicultura e espaço sideral. Os visitantes também podem fazer um passeio turístico pelo VDNH para ver os 49 pontos de referência únicos espalhados por todo o parque, além dos jardins bem cuidados do complexo. Há também muitos restaurantes e lojas para os visitantes explorarem no VDNH.

Gostou das nossas dicas sobre a Rússia? Se ficou com vontade de conhecer, entre em contato com nossos consultores e não deixe de comentar!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *