América do Sul, Av. Paulista, Brasil, Masp, São Paulo, Sudeste

12 principais pontos turísticos de São Paulo

A maior cidade da América do Sul, São Paulo é cercada por prédios e rios que se espalham pelo interior. Quase desde a sua fundação em 1554, São Paulo se tornou a porta de entrada para o sertão, e exploradores conhecidos como bandeirantes fizeram expedições da cidade para essa região.

Imigrantes de todo o mundo sempre fizeram parte de São Paulo, e você ainda verá a influência de residentes portugueses, espanhóis, alemães, africanos, judeus, árabes e japoneses em sua vida e cultura. Há um museu inteiro dedicado à imigração japonesa, por exemplo, e outro às contribuições dos africanos no Brasil. Talvez a coisa mais difícil de entender sobre a cidade seja seu tamanho. Uma boa maneira de ter uma ideia de quão longe se espalha é do mirante do Edifício Itália, de 46 andares, na Avenida Ipiranga. Muitas das atrações turísticas de São Paulo são difundidas, então você encontrará o metrô uma boa maneira de viajar entre elas. Você já conhece São Paulo? Se não conhece, leia este artigo, que sua vontade de visitar vai ser imensa!

1 – MASP

O Museu de Arte de São Paulo, é mais conhecido como MASP, foi inaugurado em 1968, mas possui a coleção mais representativa e abrangente de arte ocidental da América Latina. Você verá obras de impressionistas e mestres modernos – Renoir, Van Gogh, Matisse, Manet, Debret, Picasso, Miró, além de 73 obras de escultura de bronze de Degas. Apesar de remontar aos artistas renascentistas, este é um dos primeiros museus de arte do continente a se concentrar em artistas de meados do século XX e depois, bem como em artistas contemporâneos no Brasil, incluindo Portinari e Di Cavalcanti. Suas coleções destacadas o colocam na liga com o Tate Modern, o MoMA e o Centre Pompidou. O próprio edifício, projetado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, é um clássico do modernismo.

2 – Teatro Municipal

O arquiteto Ramos de Azevedo modelou o Teatro Municipal de São Paulo após a Ópera de Paris, inspirando uma mistura eclética de temas art nouveau e renascimento italiano. Quase imediatamente após sua conclusão em 1911, tornou-se uma grande atração da cidade. Esse status foi aprimorado em 1922, quando foi o local de um evento marcante que revolucionou as artes no Brasil. A Semana de Arte Moderna introduziu e destacou artistas que se tornariam ícones do Movimento Modernista Brasileiro, celebrando nomes como os pintores Emiliano Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Menotti Del Picchia; o compositor Heitor Villa-Lobos; dramaturgo Mário de Andrade; e escultor Victor Brecheret.

Um grande centro de artes cênicas na América do Sul, o teatro já recebeu apresentações de cantores, dançarinos, músicos e artistas de renome internacional, incluindo Carla Fracci, Rudolf Nureyev, Titta Ruffo, Enrico Caruso, Maria Callas, Arturo Toscanini e Heitor. Villa-Lobos e Mikhail Baryshnikov. O edifício foi completamente restaurado à sua grandeza original e reaberto em 1991. É o lar da Orquestra Sinfônica de São Paulo, do Coral Lírico (coral da letra) e do City Ballet de São Paulo.

3 – Parque do Ibirapuera

O Parque do Ibirapuera foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx, com edifícios projetados por Oscar Niemeyer. O imenso espaço verde, com seus monumentos, museus, playgrounds, jardins, trilhas, lagos e espaços de espetáculo, é um paraíso de lazer para os paulistanos, além de uma vitrine da arquitetura e cultura modernas. Comemorando os pioneiros de São Paulo que abriram o interior do Brasil, o Monumento das Bandeiras é uma obra magnífica do escultor brasileiro Victor Brecheret, com imponentes figuras heroicas. Um obelisco em homenagem aqueles que morreram em 1932 na luta por uma nova constituição.

O Auditório Ibirapuera, o ultra moderno auditório projetado por Oscar Niemeyer, é considerado um dos melhores locais de concerto de São Paulo. O Museu da Aeronáutica e do Folclore, o Museu de Aeronáutica e Arte Folclórica, exibe modelos de aeronaves e equipamentos de vôo no térreo, com quase 20.000 exposições dedicadas à arte e tradições folclóricas de todo o Brasil preenchendo os demais andares. O grande Museu Afro-Brasil celebra as contribuições dos afro-brasileiros e sua história social e cultural.

4 – Museu de Arte Contemporânea

Dentro do Parque Ibirapuera, o Pavilhão da Bienal de Artes, projetado por Oscar Niemeyer e concluído em 1957, abriga o excelente Museu de Arte Contemporânea, além de exposições e shows especiais. As mais de 8.000 peças do museu representam uma grande variedade de escolas de arte, de Picasso, Modigliani e Léger aos principais pintores brasileiros Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Portinari e Di Cavalcanti. Entre as maiores coleções de arte ocidental do século XX na América Latina, o museu também exibe obras de Marc Chagall, Wassily Kandinsky e Joan Miró. O Sculpture Garden foi projetado por Roberto Burle Marx e exibe 30 grandes obras em um ambiente externo.

5 – Parque da Independência e Museu do Ipiranga

Localizado no Ipiranga, em São Paulo, o parque da independência comemora esse evento de 1822. Com vista para os jardins formais de rosas, topiárias e fontes inspiradas em Versalhes, está o Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga. Seu arquiteto italiano, Tommaso Gaudenzio Bezzi, criou um design eclético inspirado no neoclassicismo italiano, remanescente dos palácios renascentistas. No interior, existem grandes coleções de roupas, artes decorativas, pinturas e móveis do período imperial.

7 – Pátio do Colégio

A praça conhecida como Pátio do Colégio, imediatamente ao norte da Praça da Sé e da catedral, é o núcleo original de São Paulo. Aqui, Manuel de Nóbrega e José de Anchieta fundaram o Colégio da Companhia de Jesus, residência e centro de estudos dos jesuítas, e aqui, em 25 de janeiro de 1554, foi celebrada a primeira missa no assentamento. A atraente praça agora é ocupada pelo Museu Histórico, um museu de arte sacra e a Capela de Anchieta. Tudo o que resta do edifício do século XVI são as portas e um trecho da parede de barro. Nos jardins do museu é um café agradável.

8 – Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento e sua igreja foram fundados no final do século XVI, mas a igreja atual data apenas de 1910-22. Não a desconsidere por sua origem moderna ou seu exterior bastante austero, pois o interior é ricamente pintado e inclui estátuas do século XVII de São Bento e Santa Escolástica esculpidas por Agostinho de Jesus. Vários outros artistas beneditinos notáveis ​​contribuíram para a decoração do mosteiro. Também se destacam alguns vitrais impressionantes, uma imagem da Virgem em um manto com pérolas e um crucifixo datado de 1777. Esta é uma irmandade ativa, e os monges acompanham a missa da manhã com cânticos gregorianos. Pare na loja do mosteiro para comprar bolos, pães e chocolates feitos pelos irmãos.

9 – Pinacoteca de SP

Este museu é o mais antigo de São Paulo, inaugurado em 1905 para mostrar as obras de artistas brasileiros. Suas 10.000 obras de arte incluem desenhos, pinturas e esculturas do século XIX até o presente. Instalada no prédio restaurado do Liceu de Artes e Ofícios, a arquitetura em si é um motivo para se visitar. Parte da coleção está alojada no segundo local do museu em Pina Estação, onde os visitantes encontrarão um memorial da Resistência de São Paulo, uma extensa biblioteca de documentos históricos relacionados às lutas políticas do Brasil e muitos outros exemplos de arte brasileira.

10 – Nossa Senhora da Luz

Na Avenida Tiradentes, que contorna o Parque da Luz, ficam o convento e a igreja de Nossa Senhora da Luz, exemplos típicos da arquitetura tradicional de São Paulo: Apesar de sua idade relativamente recente – eles foram construídos no século XVIII – Foi construído inteiramente de argila. O convento de Nossa Senhora da Luz agora abriga um Museu de Arte Sacra, que possui uma grande coleção de cerca de 11.000 itens, incluindo estátuas, gravuras, retábulos e móveis dos séculos XVI a XIX. Também na Praça Tiradentes está a Pinacoteca do Estado, a Galeria de Fotos do Estado, o museu mais antigo de São Paulo. Contém cerca de 2.500 fotos, desenhos e gravuras, principalmente de artistas brasileiros.

11 – Largo de São Francisco

A oeste da catedral e do Pátio do Colégio, o Largo de São Francisco é uma rua no centro da cidade, nomeada pelo complexo monástico em frente. A Igreja de São Francisco de Assis, a igreja de São Francisco, foi construída em 1644 e é uma das mais antigas igrejas sobreviventes da cidade. O seu interior é claramente baseado no de Portugal. Naquele período, com uma sensação alegre e arejada e abundante ouro floresce. Foi restaurado após um incêndio em 1870.

12 – Avenida Paulista

A Avenida Paulista é o centro de atividades de São Paulo, cheio de coisas para fazer e um destino favorito para turistas e moradores locais. Este é o local ideal para observar pessoas em um dos inúmeros cafés na calçada. A área abriga muitas lojas, teatros, galerias e museus, incluindo o Museu de Arte de São Paulo (MASP). Existem também vários parques adjacentes, como o Parque Trianon. Esta avenida principal abriga numerosos festivais e celebrações ao longo do ano, todo domingo o transito de carros é fechado para se tornar uma rua de lazer para os pedestres, que costumam fazer corridas, caminhadas, andar de bicicleta, patins, patinete e muito mais.

Ao contrário de muitas grandes cidades, onde a maioria das principais atrações fica perto da histórica cidade velha, as de São Paulo estão espalhadas pela cidade. Felizmente para os turistas, os principais locais você tem fácil acesso pelo metrô.

Este artigo te inspirou para começar a planejar uma viagem para São Paulo?  Entre em contato com nossos consultores e faça sua cotação! ah… Não esqueça de comentar e compartilhar este artigo com seus amigos 🙂

africa Alasca america do sul américa central América do Norte Aruba asia Bahamas Barcelona Berlin Brasil Caribe COSTA RICA Dublin Estocolmo eua europa Flórida Grécia Indonésia Islândia Itália Lake Tahoe Las Vegas Londres Noruega Nova York oceania orlando paris Punta Cana República dominicana Salvador San Diego San Francisco Seattle Seychelles Suécia São Paulo Tanzânia Toronto turquia Veneza viena Zanzibar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *